O princípio do poema é o mesmo da poesia.

05:05

Diga-me, poeta, quem nasceu
primeiro o amor ou a poesia?
E na falta do primeiro de que
outra forma, então, ela seria?

E se a ideia precede o sonhador
quem, de fato, teria assinado a
autoria do amor? Foste tu Poeta?

Apenas os que sentem, há pena
dos que mentem e fingem que não
sentem a dor que o poema recria.

As lágrimas que selam tua tristeza,
Poeta, é acalanto dos que o leem.
E o amor jurado para sempre é
a reciprocidade dos versos teus.

Dê água aos que tem sede, deem
poemas aos que amam e aos que
sofrem, pois os que amam e os que
sofrem também tem sede de vida.

Autor: Augusto Felipe de Gouvêa e Silva.

You Might Also Like

0 comentários

Like on Facebook

Like on Instagram